30 Set 2022

Inovação reportada em 48,0% das empresas no triénio 2018-2020 - INE

 

Atividades de inovação foram reportadas em 48,0% das empresas no triénio 2018-2020, enquanto no triénio anterior apenas 32,4% das empresas tiveram este tipo de atividades, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

O INE refere que esta expansão foi sobretudo devido a inovação de processo, observada em 42,7% das empresas (28,0% no triénio anterior) dado que a percentagem de empresas em que foi observada inovação de produto se cingiu a 22,3%, um pouco abaixo da percentagem registada no triénio anterior (23,0%).

 

"Há fortes indícios de que este aumento na inovação de processo esteja associado, em larga medida, ao impacto da pandemia covid-19, nomeadamente à implementação do teletrabalho e consequente investimento em tecnologia e equipamentos que o viabilizassem, ao ajustamento dos canais de comunicação (incluindo a implementação de vendas online) e genericamente à adaptação de processos e procedimentos relacionados com a adoção do teletrabalho e a contactos não presenciais, para assegurar a continuidade de negócio", adianta o INE.

 

Em 2020, 13,8% do volume de negócios das empresas resultou da introdução de produtos novos ou melhorados no mercado (+2,6 pontos percentuais face a 2018), totalizando 36.200 milhões de euros (ainda assim, menos 968,8 milhões de euros em comparação com 2018, num contexto em que se observou a diminuição significativa do volume de negócios total das empresas em 2020).

 

Cerca de 9,5% deste volume resultou da introdução de produtos novos para a empresa e 4,3% da introdução de produtos novos para o mercado (7,0% e 4,2% em 2018, respetivamente).

 

Em relação à despesa total com atividades de inovação, esta atingiu 2.735,8 milhões de euros, um aumento de 137,2 milhões de euros (+5,8%) face a 2018.

 

Entre 2018 e 2020, 23,9% das empresas eram inovadoras e introduziram inovações com algum tipo de benefício ambiental, destacando-se os benefícios na reciclagem de lixo, água ou materiais para consumo próprio da empresa ou venda.

 

Fonte: AICEP
Voltar

Tags

Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização Está a usar um navegador desatualizado. Por favor, atualize o seu navegador para melhorar a sua experiência de navegação.